Viagem

Visitando o Distrito de Belém – Lisboa


O bairro Belém em Lisboa, apesar de ficar um pouco afastado da região central, é um daqueles locais que não podem deixar de ser visitados, mesmo por quem tem pouco tempo para explorar a cidade. Neste post conto um pouco como foi  meu passeio por lá, quando visitei quatro de suas principais atrações turísticas: O Mosteiro dos Jerônimos, a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos e  para  finalizar; a confeitaria Pastéis de Belém.

Belém fica as margens do Rio Tejo e é uma das regiões mais visitadas em Lisboa. A região de Belém foi o local onde residia a elite de Lisboa, com o objetivo de escapar à pobreza e depravação do centro da cidade. Era a partir das antigas marinas de Belém, que saiam navios que navegaram por todo o mundo e a maioria das “viagens dos descobrimentos” do século XIV embarcaram ali.

A visita as principais atrações dura cerca de meio dia, mas pode demorar muito mais que isso se sua intenção for visitar todos os museus e passear pelos jardins da região. Programe seu passeio com tempo e  levando em consideração  que o número de turistas aumenta muito no verão e nos fins de semana.

Como Chegar:

A maneira  mais fácil de viajar até Belém é através do bonde número 15E, que parte da Praça do Comércio. A viagem dura 15 minutos e um bilhete individual, adquirido no bonde tem um custo de €2,90. Uma dica é comprar um bilhete ilimitado de 24h para viajar em transportes públicos, tem um custo de €6,15 e pode ser adquirido a partir de qualquer estação de metro, assim você economiza. (ATENÇÃO: o bilhete de 24h não é vendido no bonde, somente em estações de metro). Descer na parada  “Belém-Jerónimos” próxima do Mosteiro dos Jerónimos.

Mosteiro dos Jerônimos:

Construído em 1502, o mosteiro serviu como lar dos monges da Ordem de São Jerônimo até 1833. Depois disso o edifício já teve diversas funções, entre elas escola e orfanato. Atualmente é uma das principais atrações turísticas de Lisboa. É possível conhecer vários de seus ambientes, como salões, confessionários, refeitório, entre outros. A visita termina na igreja do mosteiro. A igreja é aberta ao público.

O ingresso custa 10 euros e vale a pena combiná-lo com a Torre de Belém ao custo de 12 euros.

A visitação acontece todos os dias, das 10h às 17h30, sendo que na alta temporada, de maio a setembro, ele funciona até as 18h30. Os únicos dias em que o mosteiro fica fechado são: 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 13 de junho e 25 de dezembro.

Torre de Belém:

A Torre de Belém é um dos principais cartões-postais de Lisboa. Construída em 1515, sua função principal era vigiar o estuário do rio Tejo e proteger o Porto de Lisboa. Desde 1963 a Torre de Belém é considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO.

O ingresso para visitar a torre custa 6 euros e existe a possibilidade de combiná-lo com o ingresso do mosteiro ao custo de 12 euros.

A torre fica aberta para visitação todos os dias, das 10h às 17h30, sendo que na alta temporada, de maio a setembro, ela funciona até as 18h30. Os únicos dias em que ela fica fechada são: 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de Maio, 13 de junho e 25 de dezembro.

@qsamelia


O Padrão dos Descobrimentos:

O Padrão dos Descobrimentos, é um monumento gigante localizado de frente para o Rio Tejo, a cerca de 1 km da Torre de Belém. A caminhada entre as duas atrações é bem tranquila e agradável, por um calçadão junto ao rio.

O Padrão dos Descobrimentos é uma homenagem da cidade a todos os navegadores portugueses que partiram para travessias marítimas ao redor do mundo.

O ingresso custa  €5 por pessoa.  A visita inclui um mirante no topo do monumento, a 56 metros de altura, não se assuste, para chegar ao topo usamos um elevador, e a vista é de tirar o fôlego.

O mirante fica aberto para visitação todos os dias, das 10h às 18h, sendo que de março a setembro ele funciona até às 19h. Os únicos dias em que o local fica fechado são: 1 de janeiro, 1 de maio e 25 de dezembro.

@qsamelia

Pastéis de Belém:

Para finalizar a visita ao pitoresco bairro de Belém, nada melhor do que recarregar as energias na confeitaria mais famosa da cidade, a confeitaria Pastéis de Belém, que funciona no mesmo lugar desde 1837 .

O Pastel de Nata é o dôce português mais popular, embora se possa saborear pastéis de nata em muitos cafés e padarias, a receita original é feita exclusivamente na Fábrica dos Pastéis de Belém, que fica localizada ao lado do Mosteiro dos Jerônimos.

O lugar fica lotado de turistas que querem a todo custo experimentar o famoso doce, o local é grande e é possível encontrar uma mesa e fazer seu pedido sem maiores problemas, mas se você não quiser esperar é só fazer seu pedido “pra levar”.

Confira abaixo o mapa  com as principais atrações:

 

anterior
proxima

You Might Also Like

0 Comentários

Responda